O GLACIAL – Maio a Dezembro de 1970

.Nata
NATÁLIA CORREIA


Não posso dizer sobre Natália Correia mais do que permite o imenso espanto com que sempre a vejo como artista e como ser humano.
Tenho guardado nas recordações mais fortes de toda a minha vida de espectador de teatro, a representação da peça “A Pécora”, de sua autoria, encenada por João Mota, na Comuna, há mais de vinte anos
.
Dos exemplares de “O Glacial” que Carlos Faria me enviou já para Coimbra fazia parte um poema do seu livro “Maçãs de Orestes”, A defesa do Poeta, que li e reli, na tentativa para mim sempre frustrante de conseguir saber de cor toda a sua extensão e, cabe dizer-se, toda a sua profundidade.
Fica aqui, para que todos os que – como eu – não conseguem saber poesias de cor, uma das proezas de Carlos Faria que sempre revelava espontaneamente, volta não volta…

Nat-02

poema de Natália Correia publicado no Glacial nº 58, de 28 de Outubro de 1970. (Clicando pode ver-se maior).

.

GUIA DE VISITA:


Entrando nas galerias, basta clicar na primeira imagem  em cima à esquerda, para poder fazer desfilar num ecrã próprio, cada um dos suplementos. Em baixo à direita, há uma indicação “view full size” mediante a qual pode ter-se acesso, primeiro a uma visão única do documento e depois, com novo clique, ao formato mais pormenorizado que permite a leitura de todos os conteúdos com a máxima clareza.

.

depois de lido este conjunto de GLACIAIS pode clicar nesta frase para ter acesso ao seguinte

.

.

.

.
.
..

.

..

.

.

.


Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s